Governo americano determina sanções à PDVSA, estatal de petróleo venezuelano

Na segunda-feira, 28 de janeiro, os Estados Unidos firmaram sanções econômicas à PDVSA (Petróleos de Venezuela). O dinheiro da compra de petróleo pelos EUA será transferido para contas bloqueadas.

Segundo o secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Steve Mnuchin, foram bloqueados cerca de US$ 7 bilhões em ativos da estatal. Ainda de acordo com Mnuchin, essa medida impedirá que Maduro desvie os recursos da PDVSA.

As exportações de petróleo venezuelano para os EUA já vêm caindo há alguns anos. Apesar disso, a Venezuela ainda ocupa entre o terceiro e quarto lugar entre os maiores fornecedores de petróleo do estado americano.

Para a Rússia, as sanções decretadas contra a estatal Venezuela são ilegais e pretende defender seus interesses e investir lá. O país russo já havia investido bilhões em combustíveis e armamento venezuelanos.

Esta estratégia utilizada é um tanto arriscada e incomum, pois o bloqueio dos recursos do petróleo e os ativos da estatal no exterior, podem acarretar em implicações jurídicas e financeiras para os países envolvidos.

Acompanhe o portal da Panorama Offshore e fique ligado nas notícias sobre petróleo, gás, energia, biocombustíveis, onshore e offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui! Acesse: www.panoramaoffshore.com.br e www.facebook.com/panoramaoffshore.



Deixe uma resposta