Governo prevê arrecadação de 24 bilhões com leilões do pré-sal

Os próximos leilões de pré-sal, que devem acontecer até 2019, já estão atraindo inúmeras empresas investidoras do mercado de petróleo e offshore. O aguçado interesse tem aumentado a expectativa do governo brasileiro, que prevê uma arrecadação de até 24 bilhões, sendo R$ 8,5 bilhões só este ano.

Além disso, os leilões podem ainda gera um investimento de aproximadamente R$ 250 bilhões com as atividades de desenvolvimento das áreas concentradas na Bacia de Santos e de Campos.

O interesse das petroleiras aumentou, sobretudo, devido as mudanças nas regras de conteúdo local, que diminuiu em cerca de 50% as obrigações das empresas contratarem bens e serviços brasileiros. Sem contar também no regime de partilha, que desobriga a Petrobras a participar de todas as licitações e de ter fatia obrigatória de 30% em todas as áreas.

As próximas rodadas de licitação começarão no segundo semestre deste ano, tendo início em junho, mas o governo e a ANP ainda não divulgaram quais áreas devem entrar na concorrência dos leilões.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:


Deixe uma resposta