Horário de verão não é suficiente para resolução de crise

Apesar de alguns setores pedirem pelo retorno do horário de verão, Roberto Kishinami, especialista em energia e coordenador do Instituto Clima e Sociedade, alerta que a alteração não traria resultados tão significativos. Segundo ele, conforme já havia sido observado, a questão horária não tem tanta eficiência em relação ao consumo total de energia.

Para Kishinami, qualquer atitude que reduza o consumo é importante principalmente mediante à crise, mas a volta do horário de verão iria apenas reduzir o pico. Ele alerta ainda que falta planejamento por parte das autoridades, que deveriam inclusive investir melhor em campanhas de conscientização.

“Não usamos a eficiência energética de maneira adequada, só lembramos dela quando está em crise, o correto é aumentar a eficiência fora dela, sabendo que, em algum momento, a energia vai faltar, mais de 60% da energia no Brasil vem de hidrelétricas e as chuvas estão mais imprevisíveis, devido às mudanças climáticas”, disse o especialista.

Fique por dentro do que acontece no mercado de petróleo e gás através da Panorama Offshore e obtenha informações e notícias de qualidade sobre petróleo, gás, energias, pré-sal, biocombustíveis, combustíveis, tecnologias, Petrobras e offshore e onshore. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui! Confira: www.panoramaoffshore.com.br / www.facebook.com/panoramaoffshore / @panoramaoffshore

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta