Ibama pede mais documentos para aprovação de perfuração no bloco FZA-M-59

Na última quinta-feira, 1º de novembro, novamente, o Ibama pediu a empresa BP para fornecer mais informações para complementar seu estudo sobre a perfuração marítima do bloco FZA-M-59, na Bacia da Foz do Amazonas. O órgão ambiental reforçou que ainda não possui esclarecimentos adicionais para subsidiar o processo de licenciamento da atividade pois, muitas das informações não foram consideradas satisfatórias como o plano de emergência e os procedimentos de gerenciamento de incidentes.

O Ibama ressalta que no documento ainda é preciso haver um acordo que atravesse fronteiras, já que um eventual acidente poderia lançar óleo para além do território nacional em menos de 24 horas. A BP comunicou que irá cumprir todos os requisitos necessários para obter a licença, haja visto que as negociações se arrastam desde novembro de 2017.

Os cuidados do órgão ambiental são de extrema importância para o País. A perfuração do bloco necessita de aval para que não haja poluição nas áreas próximas e na região explorada. Mantenha-se informado com o portal da Panorama Offshore e fique por dentro de notícias sobre o mercado de petróleo, gás, energia, biocombustíveis, onshore e offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui. Acesse: www.panoramaoffshore.com.br e www.facebook.com/panoramaoffshore.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *