Indústria de óleo e gás é a que paga melhor, diz IBGE

De acordo com o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) o setor de petróleo e gás pagou sete vezes mais do que a média salarial de outras atividades do segmento industrial (extrativas e de transformação) em 2017. Os dados são da Pesquisa Industrial Anual, divulgada pelo Instituto nesta quinta-feira, 6.

O estudo aponta que enquanto os salários médios da indústria em outras áreas recuaram 12% em 10 anos, o rendimento dos trabalhadores nos setores onshore e offshore subiu 76,1%. No ano de 2017, as empresas de óleo e gás pagaram salários médios correspondentes a 21,3 salários mínimos enquanto outros segmentos industriais pagaram uma média em torno de 3,2 salários mínimos.

A segunda área que obteve a maior média mensal foi a de atividades de apoio à extração de minerais (indústrias extrativas) que pagou o equivalente a 9,6 salários mínimos em 2017. Em terceiro, ficou o ramo de fabricação de coque, derivados do petróleo e biocombustíveis (indústrias de transformação) com média de 8,8 salários mínimos no mesmo ano.

Acesse o portal da Panorama Offshore e saiba quais são as principais notícias da indústria nos setores de petróleo, gás, energias, onshore, offshore e tecnologias. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui! Confira em www.panoramaoffshore.com.br / www.facebook.com/panoramaoffshore / @panoramaoffshore

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta