Marlim terá dois novos FPOs em revitalização

A Petrobras anunciou que assinou carta de intenção com a empresa japonesa Modec e a malasiana Yinson para o afretamento dos FPSOs (navio-plataforma que pode produzir, armazenar e transferir petróleo e gás) Marlim 1 e Marlim 2, que participarão do projeto de revitalização do campo maduro da Bacia de Campos.

Marlim 1 terá capacidade de processar até 80 mil bpd (barris por dia) de petróleo e Marlim 2, 70 mil bpd e de gás natural, 7 milhões de m³/dia e 4 milhões de m³/dia, respectivamente.

O início da produção está previsto para os anos de 2022 e 2023, já o plano de revitalização do campo de Marlim e de Voador, projeto da Petrobras que envolve a retirada de nove FPSOs e instalação de duas novas unidades, deve começar em este ano. Os prazos serão curtos para manter a programação de entrada dos novos FPSOs em 2021. As unidades serão operadas e afretadas por 25 anos.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

6 comentários em “Marlim terá dois novos FPOs em revitalização

Deixe uma resposta