Mato Grosso do Sul efetuará compra direta de gás da Bolívia

A Panorama Offshore vem acompanhando e noticiando sobre a crise do gás no Mato Grosso do Sul. Após o governo mato-grossense ter enviado à Petrobras uma proposta com pedido de antecipação do pagamento do ICMS (Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços) do gás, uma nova decisão foi tomada.

O governador do Mato Grosso do Sul, Reinaldo Azambuja, informou que a partir de 2019, quando se encerra o contrato da Petrobras com a Bolívia, os estados do Centro-Oeste constituirão um bloco para efetuar a compra direta do gás boliviano.

Com relação à proposta enviada à estatal brasileira, o governador informou que nenhuma resposta ainda foi dada. Os governantes do Mato Grosso do Sul vem buscando, há alguns meses, uma saída junto à Petrobras para estabilizar a receita do Imposto sobre Circulação de Mercadorias e Serviços (ICMS) sobre o gás boliviano, visto que a estatal suspendeu o bombeamento do gás natural boliviano que passa por Mato Grosso do Sul, gerando queda de 62,9% na arrecadação do ICMS do gás natural, em janeiro desse ano.



2 comentários em “Mato Grosso do Sul efetuará compra direta de gás da Bolívia

  • Pingback:

  • Pingback:

Deixe uma resposta