Mattar afirma: “Petrobras não será vendida”

Durante o Fórum de Investimentos Brasil 2019, o secretário especial de Desestatização, Desinvestimentos e Mercados do Ministério da Fazenda, Salim Mattar, reforçou que o Banco do Brasil, a Caixa Econômica Federal e a Petrobras não serão privatizadas neste governo do presidente Jair Bolsonaro.

Segundo Mattar, com o objetivo de diminuir a presença do Estado, a intenção é privatizar todas as 637 estatais e só algumas ficarão de fora, como as empresas da área de segurança nacional. Além disso, o governo tem se reunido para definir estratégias e a ideia seria fazer um fast track (sistema de aceleração dos processos).

“Estamos neste momento discutindo, em diversas áreas, uma forma de como poderemos fazer isso, porque tem um arcabouço jurídico já feito, complexo, que é difícil de ser mudado. Então esse é um grande desafio”, disse o secretário.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

5 comentários em “Mattar afirma: “Petrobras não será vendida”

Deixe uma resposta