Opep decide reduzir produção de petróleo

Durante 71ª reunião da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), que ocorreu no dia 30 de novembro, em Viena, na Áustria, os principais países produtores de petróleo decidiram e acordaram por uma redução na extração do óleo com o objetivo de diminuir a oferta e forçar a alta dos preços da commodity.

A extração deve ser reduzida em cerca de 1,2 milhões de barris diários, o que obriga a produção diária mundial a não passar de 32,5 milhões de barris. O novo pacto já havia sido aprovado em setembro, quando também foi acatado pelo grupo o chamado Acordo de Argel, que estipula redução na produção e teto entre 32,5 milhões e 33 milhões de barris extraídos por dia (bpd).

De acordo com Mohammed Bin Saleh Al-Sada, presidente da conferência e o ministro da Energia e da Indústria do Qatar, o Acordo de Argel estava conseguindo manter “a deterioração dos preços”, contudo, em 14 de novembro, os valores retornaram a baixar. Foi criado ainda um grupo de trabalho que pretende analisar e recomendar o nível de produção adequado pelos países que fazem parte da Opep. Sendo que esse estudo será também discutido com países produtores que não fazem parte do grupo.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

11 comentários em “Opep decide reduzir produção de petróleo

Deixe uma resposta