Mesmo com crise no Brasil, Petrobras busca construção de plataforma no exterior

A Petrobrás pretende contratar no exterior o total de 100% da construção da primeira plataforma de petróleo a operar no pré-sal da Bacia de Santos, mais precisamente no campo de Libra. Tal postura, segundo Solange Guedes, diretora de Exploração e Produção da Petrobras, acontece em decorrência dos altos preços apresentados pelas empresas brasileiras em 2016. Segundo ela, tal fato provocou no ano passado o cancelamento do processo de licitação para a plataforma que deverá receber o nome de Piloto de Libra.

Porém, a contratação no exterior só acontecerá se a Petrobras conseguir ser liberada pela ANP (Agência Nacional do Petróleo) para deixar de cumprir a exigência contratual que indica que a plataforma tem que ser construída em território brasileiro. Para avançar nesse sentido, a petrolífera nacional oficializou pedido à ANP visando obter autorização para deixar de cumprir tal detalhe previsto em contrato.

O que se sabe até agora é que as empresas que participam do consórcio estão esperançosas que tudo vai dar certo e que a Agência irá conceder a autorização solicitada pela Petrobras. Porém, caso isso não ocorra, é bem provável que o projeto não aconteça.

A grande dúvida em todo esse imbróglio fica por conta dos reais motivo para a não contratação dessa plataforma aqui no Brasil, principalmente se for considerado o nível de desemprego local e a necessidade de se produzir para se distanciar da nefasta crise que assola a nossa indústria. Fica a pergunta que não quer calar: estão realmente tão excessivos os nossos preços a ponto de não valer o sacrifício de se construir aqui no Brasil os 55% da plataforma, conforme prevê o contrato?

 

Se você quer mais detalhes sobre o mundo offshore continue interagindo com o Panorama, pois os últimos meses foram suficientes para demonstrar que o portal é a ferramenta ideal para os que precisam e buscam informações e notícias de qualidade sobre petróleo, gás e offshore. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br   www.facebook.com/panoramaoffshore

#petroleo #petrobras



Deixe uma resposta