MG: Baixa demanda de etanol preocupa produtores

De acordo os dados divulgados pela Associação das Indústrias Sucroenergéticas de Minas Gerais (Siamig), a estimativa para a safra de 2020/21 é de uma colheita em grande volume que irá beneficiar o aumento da demanda de etanol. Contudo, a preocupação dos usineiros com relação ao mercado para venda do produto é grande, visto a atual pandemia de coronavírus.

Usinas estão com a expectativa de uma safra maior que a do ano anterior. Contudo, o estado de Minas Gerais tem estimativas pessimistas em relação ao etanol, devido à queda dos preços do petróleo – o que tem deixado os valores da gasolina mais competitivos. Por conta disso e do menor consumo de combustíveis ocasionado pelo isolamento social, o setor tem registrado preços abaixo dos custos de produção. Dessa forma, os produtores têm pedido ao governo a criação de medidas para auxiliar os empresários.

“Não tem como adiar a safra, nossa preocupação é grande e algo precisa ser feito. Quando se inicia a safra, as despesas são grandes, é preciso capital de giro. Com a demanda enfraquecida, a tendência, se colocarmos a produção no mercado, é de queda significativa do preço, por isso, é necessária a criação de uma linha de financiamento para a estocagem do etanol”, afirmou o presidente da Siamig, Mário Campos.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Um comentário em “MG: Baixa demanda de etanol preocupa produtores

Deixe uma resposta