Mineradoras podem ter ganhos com queda petrolífera

Na última sexta-feira (13), o diretor-presidente da empresa Franco-Nevada Corp., David Harquail, disse que acredita que os preços mais baixos de energia podem beneficiar mineradoras: “Grandes consumidoras de energia e, na medida em que seus custos são mais baixos, isso ajuda as margens”, afirmou Harquail em entrevista à Bloomberg.

“Se você olhar para a típica mina a céu aberto, apenas a energia representa cerca de 25% do custo de mover e triturar rochas” disse o diretor. Porém, esse benefício vai depender do tipo de metal utilizado pela empresa. Para mineradoras de ouro, que já se beneficiam de preços perto do maior nível em sete anos, a probabilidade de um impacto positivo é maior. Para mineradoras de metais comuns, os benefícios são menos evidentes.

Entretanto, esse benefício só é causado porque a queda do petróleo se deu pelo excesso de oferta. Quando a redução é causada pela perspectiva de desaceleração do crescimento econômico, os benefícios podem ser minimizados pelo impacto que recebem dos preços mais baixos de seus próprios produtos.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta