MME divulga regras do plano de campanha energética

O Ministério de Minas e Energia (MME), publicou as diretrizes referentes a campanha de Redução Voluntária de Demanda de Energia Elétrica (RVD). O programa que é voltado para grandes consumidores pretende reduzir o consumo energético. A alternativa já havia sido previamente anunciada pelo Ministro de Minas e Energia e é mais uma das alternativas para o atual momento de crise hídrica e energética. Conforme divulgado na última segunda-feira (23), atribuições como a avaliação das ofertas e definição sobre os horários ficaram sob responsabilidade do ONS (Operador Nacional do Sistema Elétrico).

A previsão é de que cada oferta tenha validade mínima de um mês e máxima de seis meses e como incentivo para participação, será oferecido compensação financeira a quem cumprir de forma correta a regra do consumo energético reduzido em um período de quatro e sete horas por dia. O objetivo é atingir o máximo de participantes possíveis nesse projeto que deve ter validade até 30 de abril de 2022 e se bem aderido, pode aliviar a situação vivida nacionalmente, onde os riscos de apagão ou escassez energética se tonam cada vez mais presentes.

O Ministério de Minas e Energia destacou que “as diretrizes permitem que o setor industrial participe e dê importante contribuição para a garantia da segurança de abastecimento de energia elétrica, nesse momento em que a escassez hídrica impõe grandes desafios para o atendimento da demanda de energia elétrica no país”.

Fique por dentro do que acontece no mercado de petróleo e gás através da Panorama Offshore e obtenha informações e notícias de qualidade sobre petróleo, gás, energias, pré-sal, biocombustíveis, combustíveis, tecnologias, Petrobras e offshore e onshore. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui! Confira: www.panoramaoffshore.com.br / www.facebook.com/panoramaoffshore / @panoramaoffshore

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta