Nanotecnologia ampliará extração de óleo e gás

A Petrobras investirá cerca de R$ 30 milhões em nanotecnologia para um desenvolvimento mais eficaz na produção de petróleo e gás no país. A medida deve ser adotada nos próximos cinco anos.

Conhecido como Spartan, o projeto se caracteriza por cápsulas que, quando submetidas a determinadas condições do ambiente e a certos materiais, mudam de consistência e auxiliam na exploração dentro dos poços de petróleo e gás. A nova tecnologia será voltada principalmente para o pré-sal e já recebeu cerca de R$ 21,3 milhões em investimentos.

Essa iniciativa, assim como outras, é regida pelas cláusulas de Pesquisa, Desenvolvimento e Inovação (PD&I), regulada pela Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). De acordo com a regra, as empresas devem realizar investimentos em valor correspondente a 1% da receita bruta dos campos com grande volume de produção.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta