Noruega planeja sacar US$ 37 bi do fundo soberano

Segundo a Bloomberg, a maior exportadora de petróleo da Europa Ocidental, a Noruega, se prepara para sacar um recorde de 382 bilhões de coroas norueguesas (US$ 37 bilhões) do fundo soberano. Diante da crise causada pelo novo coronavírus e pelo colapso do mercado de petróleo, o maior investidor soberano do mundo deverá realizar uma histórica venda de ativos para gerar caixa.

Atualmente, o país enfrenta a pior crise econômica e pela primeira vez, o governo deve retirar consideravelmente mais do que o fundo de US$ 1 trilhão gera em fluxo de caixa de dividendos e pagamentos de juros. Além disso, o fundo precisa aumentar a posição em ações depois de a carteira de renda variável ter ficado abaixo da meta exigida de 70% do total.

Lembrando que até 2016, o déficit estrutural corrigido por recursos do petróleo estava coberto pela renda do estado com a commodity – impostos, participações em campos offshore e dividendos da Equinor. Devido à queda de preços, nos últimos anos, muitos saques foram feitos mas o fundo ainda conseguiu cobrir o valor facilmente com o fluxo de caixa. Porém, em 2020, tudo mudou e o governo prevê que o fluxo de caixa líquido das atividades petrolíferas encolha 62%, para 98 bilhões de coroas, o menor nível desde 1999

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta