Nova gasolina será mais cara e obrigatória a partir de agosto

Nesta terça-feira (14), a Agência Nacional do Petróleo, Gás e Biocombustíveis (ANP) informou que uma nova gasolina com maior qualidade e capaz de deixar os carros mais eficientes, se tornará obrigatória em todo o país a partir do dia 3 de agosto. No entanto, o combustível deve sofrer um aumento no preço. 

A agência explicou que as alterações realizadas na gasolina conferem ao combustível maior eficiência energética, melhorando a autonomia dos veículos pela diminuição de consumo, melhoria na dirigibilidade e viabilização da introdução de tecnologias de motores mais eficientes, com menores níveis de consumo e emissões.

Segundo a nota, as principais mudanças inseridas na nova especificação da gasolina de uso automotivo incluem a definição de: valor mínimo de massa específica (ME) de 715,0 kg/m3; valor mínimo para a temperatura de destilação em 50% (T50) para a gasolina A, de 77,0 ºC; e valor mínimo de octanagem RON.

Em relação ao RON (Research Octane Number), a agência esclareceu: “O valor mínimo de octanagem RON, para a gasolina comum, será 92, a partir de 3 de agosto de 2020, e 93, a partir de 1º de janeiro de 2022. Já para a gasolina premium, será de 97, já a partir de 3 de agosto próximo”

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta