Novas regras irão estabelecer redução de enxofre no combustível

Novas regras da IMO (International Maritime Organization) irá estabelecer redução de enxofre no combustível. De acordo com Guilherme França, gerente executivo de Marketing e Comercialização da Petrobras, as regras entram em vigor a partir de 2020. A estatal enxerga como grande oportunidade a implantação desta norma.

O modelo definido pela IMO, diz que a partir do dia primeiro de janeiro o combustível para navios deverá ter um máximo de 0,5% de enxofre, atualmente o limite é de 3,5%. Segundo o instituto, o objetivo é reduzir a poluição no transporte das mercadorias por navios.

De acordo com o diretor da global consultoria Platts, Esa Ramasay, a medida não é totalmente positiva, pois afetará a economia mundial e prevê um aumento de 50% no custo do combustível para navios. A ação prejudicará toda a população. O que está em jogo? A limpeza do ecossistema ou a economia?

Acompanhe o portal da Panorama Offshore e fique por dentro de tudo que envolve o mercado de petróleo, gás, energia, biocombustíveis, onshore e offshore. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br   www.facebook.com/panoramaoffshore



Deixe uma resposta