Óleo no nordeste: voluntários pedem por ‘SOS’

O óleo continua a causar transtorno no litoral nordestino. Na manhã desta segunda-feira (21), um grupo de voluntários escreveu um pedido de socorro na areia da praia de Itapuama, no município de Cabo de Santo Agostinho, no estado de Pernambuco. O grupo pedia por luvas e tratores para auxiliar na remoção da grande mancha de óleo da areia.

Segundo última atualização do Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama), já chega a 200 o número de localidades afetadas pelo derramamento de petróleo cru. Nos últimos dias, grupos de moradores de diversas regiões do Nordeste têm se voluntariado para remover as manchas de óleo das praias.

Segundo a prefeitura do Cabo de Santo Agostinho, o município recebe a colaboração de comerciantes para fornecer comida aos voluntários. Além disso, quatro bases de apoio foram montadas na cidade para distribuição de Equipamentos de Proteção Individual (EPIs): no Hotel Vila Valé, em Suape; na Praia de Gaibu; na base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em Itapuama; e na Associação Geral da Reserva do Paiva.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Um comentário em “Óleo no nordeste: voluntários pedem por ‘SOS’

Deixe uma resposta