Opep aguarda apoio russo para manter cortes

Fontes informaram à Reuters que a Arábia Saudita e alguns outros membros da Opep estão planejando estender os atuais cortes recordes de produção até o final de 2020, mas ainda precisam garantir o apoio da Rússia. 

No mês passado, os países da Opep+ chegaram a um acordo para reduzir o bombeamento de petróleo em 9,7 milhões de barris por dia (bpd) em maio e junho, e a partir de julho, poderia haver uma flexibilização dos cortes. No entanto, diversas fontes da Opep+ disseram à Reuters que já existem discussões lideradas pela Arábia Saudita para que o nível das reduções seja mantido. 

“Os sauditas entendem que o mercado ainda precisa de apoio, e querem estender os mesmos cortes até o final do ano. Os russos também querem o mesmo, mas o problema –novamente– é com as petroleiras”, disse uma fonte da Opep+.

Fontes informaram, ainda, que em uma recente reunião do ministro de Energia da Rússia, Alexander Novak, com grandes empresas de petróleo do país, não houve decisão sobre os cortes, uma vez que as opiniões estavam divididas.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

2 comentários em “Opep aguarda apoio russo para manter cortes

Deixe uma resposta