Opep e produtores de xisto americano debatem o futuro do petróleo

Na véspera da conferência anual do petróleo considerada a mais influente da indústria petrolífera, a CERAWeek, realizada no dia 7 de março, em Houston, Estados Unidos, o secretário-geral da Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep), Mohammed Barkindo e cerca de 20 dos principais executivos norte-americanos da área da produção de crude a partir de xisto betuminoso estiveram reunidos em um importante jantar.

Segundo informações do The Wall Street Journal, o encontro teve como tema principal o futuro do petróleo. Para “acalmar os ânimos” dos executivos de xisto, Mohammed Barkindo os garantiu que a intenção da Opep não é excluí-los dos negócios do petróleo, mas reduzir a excessiva oferta mundial, a fim de estabilizar os preços do barril, para que estes sejam favoráveis a todos os negociadores.

No encontro, que segundo a Bloomberg, contou com a presença de personalidades marcantes do mundo do petróleo, os considerados “inimigos” – Opep e produtores de xisto – chegaram ao consenso de que existe uma real necessidade de um melhor equilíbrio no mercado. Contudo, os executivos de xisto disseram não estar preparados para abrir mão da oportunidade de crescimento, enquanto a Opep indicava pretensão de elevar os preços do petróleo este ano.

A intenção da Organização é encontrar um meio termo que possa travar os excedentes, oferecendo vantagens aos interventores, mas sem fazer descer a cotação. Apesar de algumas concordâncias, não é possível saber ao certo como ficará a situação da produção de xisto e cortes da Opep. Visto que, conforme a Panorama Offshore vem divulgando, a redução da Organização já atingiu 90% do seu acordo, ao passo que a produção de xisto nos Estados Unidos continua a crescer. Parece que teremos que aguardar cenas dos próximos capítulos.

Continue acompanhando a Panorama Offshore e obtenha diariamente notícias e informações relevantes sobre o mercado de petróleo, gás e offshore. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br   www.facebook.com/panoramaoffshore



Deixe uma resposta