Painéis dupla face prometem inovar energia solar

No mercado de energia solar atual, não existem painéis solares dupla face que sejam móveis, ou seja, painéis que possuem um mecanismo que os movimentam de acordo com a direção de incidência dos raios solares – assim como um girassol que “segue o sol”. Contudo, um estudo realizado pelo Instituto de Pesquisa em Energia Solar de Cingapura revelou que painéis solares que utilizam as tecnologias dupla face ou móvel produzem mais energia, além de serem mais econômicos que os painéis comuns. O estudo foi publicado nesta semana pelo site Joule.

Outra questão engloba os painéis que são dupla face, ou seja, conseguem captar energia, tanto dos raios solares que vêm de cima como dos que vêm de baixo, refletidos pelo chão. Esses painéis já são mais eficientes que os únicos e fixos – os quais, atualmente, conseguem converter cerca de 22% da luz em energia.

Dessa forma, a questão que surgiu é: e se as duas tecnologias se unissem em um único painel? O que os pesquisadores de Cingapura fizeram foi juntar a tecnologia de painéis duplos ao mecanismo que os torna móveis. Assim, cada equipamento usa dois painéis que se movimentam para seguir a luz do sol e captá-la com máxima eficiência. Contudo, apesar das vantagens, dobrar a quantidade de painéis por equipamento significa dobrar a concentração de chumbo no mesmo ambiente. Além disso, caso o solo seja coberto para otimizar o reflexo da luz solar, ele pode sofrer alterações a longo prazo.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta