Para ministro, Brasil será 5º produtor de petróleo

Durante encontro empresarial promovido pela Federação das Indústrias do Estado de Minas Gerais (Fiemg), o ministro de Minas e Energia, Bento Albuquerque, disse que o Brasil alcançará posições de quinto maior produtor e quarto maior exportador de petróleo do mundo. 

Na reunião, Albuquerque ainda avaliou que o país, apesar da projeção de aumento expressivo de sua produção petrolífera nos próximos anos, deve continuar interagindo com os grandes produtores mundiais sem entrar, por enquanto, na Organização dos Países Exportadores de Petróleo (Opep). 

“Não é uma questão de filiação ou não filiação. É uma questão de cooperação, é uma questão de estar presente]”, disse Albuquerque. A declaração foi dada em resposta à provocação feita pelo presidente da federação, Flávio Roscoe. 

Bento também afirmou que tem participado de reuniões da Opep com ministros de energia do grupo dos vinte países mais ricos (G20). “Nessas reuniões, o Brasil tem sido reconhecido como um país que tem superado as dificuldades e tem sido muito bem sucedido nas ações que estão sendo implementadas nos setor”, afirmou o ministro, que descartou intenção de entrar na Opep.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta