Para Moody’s, Petrobras já tem liquidez para enfrentar crise

De acordo com o relatório da empresa Moody’s divulgado, na última segunda-feira (13), a Petrobras já garantiu financiamentos suficientes para enfrentar a atual crise do coronavírus e não deverá enfrentar problemas de liquidez nos próximos trimestres.

Segundo a agência, a estatal brasileira, que anunciou medidas como cortes de investimentos e adiamento do pagamento de dividendos a acionistas para enfrentar o cenário da pandemia, também solicitou a bancos o desembolso de 8 bilhões de dólares de linhas de crédito compromissadas com vencimento em 2023 e 2024, além de ter captado 3,25 bilhões de dólares com títulos no exterior que expiram em 2031 e 2050. 

Além disso, a companhia também já levantou 1,7 bilhão de dólares em novas linhas de crédito. Os analistas também destacaram os cortes de despesas anunciados pela empresa e o adiamento dos dividendos até o final de 2020. “Nós não esperamos que a Petrobras precise de financiamento externo adicional (a esses valores)”, apontaram

“A companhia não possui ‘hedges’ de petróleo (operações para proteção contra variação do preço) e seu fluxo de caixa de refino não irá compensar os preços mais baixos do petróleo, devido ao ‘lockdown’ associado à pandemia que reduz a demanda por combustíveis. Mas nós esperamos que a companhia siga vendendo ativos e gerando um fluxo de caixa positivo”, informaram os analistas. 

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta