Para Petrobras conteúdo local encarece em 40% produção em Libra

Após a Petrobras ter solicitado à Agência Nacional do Petróleo (ANP) a flexibilização nas regras de conteúdo local para a produção em Libra, na Bacia de Santos, o Sindicato Nacional da Indústria de Construção Naval (Sinaval) classificou o pedido como “ilegal”.

A decisão está nas mãos da ANP, que ainda não definiu prazo para dar o veredito. Para o seu pedido, a Petrobras alegou que os preços e prazos da indústria petrolífera brasileira encarecem cerca de 40% os custos de produção em Libra.

Mantenha-se informado sobre tudo o que acontece no mercado de petróleo, gás, energias, pré-sal, combustíveis, gasolina, Petrobras, onshore e offshore aqui na Panorama Offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br   www.facebook.com/panoramaoffshore

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta