Parada em campo de gás da Petrobras pode prejudicar setor

Uma parada técnica de 30 dias no campo de Mexilhão e no gasoduto Rota 1 da Petrobras, pode prejudicar o setor de gás e agravar a crise energética, uma vez que diversas termelétricas estão sendo atingidas pelos efeitos de uma forte seca.

Vale lembrar que o campo de Mexilhão é o que mais produziu gás natural no Brasil em abril, segundo um levantamento da Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP). Segundo a Petrobras, o campo do Mexilhão responde por 11.8% de toda a produção do Brasil.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta