Perfurações decepcionam e alertam futuros leilões

Desde 2017, o Brasil teve um aumento nos leilões de petróleo e gás, mas os primeiros poços perfurados por vencedores têm decepcionado, conforme analistas da Wood Mackenzie (WoodMac), grupo global de consultoria e pesquisa em energia, disseram à Reuters. A situação alerta o governo para as próximas rodadas, que foram adiadas por conta da pandemia.
Entre as complicações encontradas nos poços, estão descoberta de mistura de gás com gás carbônico, pequena quantidade de óleo e poço “seco”, ou seja, sem petróleo.

Talvez a situação sem grandes descobertas possa levar petroleiras a pressionarem revisão de termos das licitações.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta