Petrobras alerta que Opep pode alavancar gás de xisto

Pedro Parente, presidente da Petrobras, comentou que a decisão da Opep de cortar produção de petróleo para forçar alta no preço da commodity pode ser também uma impulsionadora da indústria do shale gas (gás de xisto), o que de certa forma, voltaria a derrubar o preço do barril.

Durante palestra na Associação Brasileira da Indústria Química (Abiquim), Parente disse que “a decisão da Opep gerou crescimento de preços nos últimos dias. Temos que olhar com muito cuidado, pois a sustentação destes novos níveis depende muito da produção do shale. Isso pode atrair mais produção de shale e trazer os preços do barril para entre US$ 40 e US$ 50”, esclareceu.

O presidente da estatal lembrou ainda que indústria do gás é uma grande concorrente pois, demanda contribuições menores e tem maturação mais rápida. “A Petrobras teria que fazer ajustes independentemente da sua situação financeira bastante apertada.”, pontuou o Parente.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:


Deixe uma resposta