Petrobras anuncia mais privatizações

A Petrobras pôs à venda oito refinarias, o dobro do que foi aprovado no governo anterior. A estatal também anunciou que reduzirá a sua participação na Distribuidora BR (atualmente de 71%) e venderá ativos da companhia, além de vender a rede de postos no Uruguai PUDSA. As iniciativas fazem parte do Plano de Negócios e Gestão 2020-2024.

As refinarias que estão à venda são a de Abreu e Lima (RNEST), Unidade de Industrialização do Xisto (SIX), Landulpho Alves (RLAM), Gabriel Passos (REGAP), Presidente Getúlio Vargas (REPAR), Alberto Pasqualini (REFAP), Isaac Sabbá (REMAN) e Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste (LUBNOR). Juntas, as subsidiárias têm capacidade para refinar cerca de 1,1 milhão de barris por dia.

A abertura de capital das refinarias representa na quebra de monopólio da Petrobras no setor. Os ministros Paulo Guedes (Economia) e Bento Albuquerque (Minas e Energia) visam a iniciativa com otimismo para o incentivo à livre concorrência no mercado e na possível redução de preço de combustíveis.

Sob controle
Ficarão sob controle da Petrobras apenas as refinarias de Capuava, São José dos campos e a maior do País, a de Paulínia, todas de São Paulo, e no Rio de Janeiro, a Reduc. A nota não especifica sobre o destino que será dado ao Comperj, que segundo informações circuladas pela imprensa e noticiado no nosso portal na semana passada, está em fase de estudo e deve se tornar uma termelétrica.

Acesse o portal da Panorama Offshore e se atualize sobre as principais notícias que envolvem os setores de petróleo, gás, energias, onshore e offshore. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui! Acesse e confira em www.panoramaoffshore.com.br / www.facebook.com/panoramaoffshore /@panoramaoffshore

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

6 comentários em “Petrobras anuncia mais privatizações

Deixe uma resposta