Petrobras conclui fase de testes no Campo de Mero

A Petrobras concluiu a fase de teste de longa duração do Campo de Mero, no pré-sal da Bacia de Santos. Os resultados apresentaram dados de alta qualidade e reduziu incertezas sobre o reservatório. Isso possibilitará a implantação acelerada de quatro plataformas nos próximos anos, informou a petroleira.

A produção teve início em novembro de 2017, pelo FPSO Pioneiro de Libra, a primeira unidade da estatal dedicada a testes de longa duração. Durante os testes, a área atingiu 58 mil barris de óleo equivalente por dia (boed). A Petrobras explicou que a próxima etapa consiste na substituição do atual poço injetor de gás por outro que seja mais próximo do poço produtor.

Após a conclusão de testes, o FPSO Pioneiro de Libra irá operar os Sistemas de Produção Antecipada (SPAs) subsequentes em outros poços de Mero. O Pioneiro de Libra tem capacidade de processar até 50 mil bdp e 4 milhões de metros cúbicos de gás associado. As plataformas definitivas planejadas para operar na área, segundo a Petrobras, terão capacidade para produzir até 180 mil bdp por dia.

A primeira plataforma definitiva de Libra está prevista para 2021 e a segunda, para 2022, conforme o Plano de Negócios e Gestão da Petrobras 2018-2022. Um novo plano revisado e com o horizonte até 2023 tem previsão para ser publicado em dezembro.

Acesse o portal da Panorama Offshore e fique por dentro de tudo o que acontece no mercado onshore e offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui. Confira em www.panoramaoffshore.com.br e www.facebook.com/panoramaoffshore



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *