Petrobras diz que seguirá preços internacionais do petróleo

Apesar de estar sob nova direção, a Petrobras segue com os mesmos planos da gestão anterior. No primeiro encontro com investidores, os novos executivos reforçaram o compromisso da estatal com a venda de ativos, redução de dívida e alinhamento dos preços dos combustíveis às cotações internacionais do petróleo.

A recado da nova diretoria continua alinhado com os valores da gestão anterior. Vale ressaltar que o general Joaquim Silva e Luna, indicado por Jair Bolsonaro para comandar a Petrobras, não participou da etapa de perguntas durante a teleconferência com analistas para explicar o resultado da companhia no primeiro trimestre de 2021. Silva e Luna está no comando da empresa desde abril deste ano.

Apesar disso, em um vídeo gravado previamente, o general destacou que vai trabalhar para que a estatal produza ao longo dos próximos anos, mais petróleo do que em toda a sua história. De acordo com Luna, isso será possível graças aos reservatórios gigantes do pré-sal, especialmente no campo de Búzios. A estimativa é de que sejam extraídos 2 milhões de barris diários da commodity, o que representa cerca de 65% da produção total da empresa atualmente.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta