Petrobras e Total adquirem 14,4 milhões de barris na 2ª rodada de leilões

Na última sexta-feira, 31 de agosto, as empresas Total e Petrobras conquistaram as cargas de 14,4 milhões de barris de petróleo que foram ofertadas pela Pré-Sal Petróleo (PPSA) no segundo leilão da parcela da União nos contratos de partilha de produção, realizado na B3 em São Paulo.

A Petrobras adquiriu cerca de 10,6 milhões de barris referentes do Campo de Mero, localizado na Bacia de Santos, ao não apresentar especulação durante o contrato de 36 meses. As outras empresas, sendo elas Shell, Repsol Sinopece e Total, que concorriam ao leilão não mostraram interesse.

O Campo de Sapinhoá, constituído por 600 mil barris, também foi conquistado pela Petrobras com ágio zero para o contrato de 36 meses. Já o Campo de Lula, com 3,2 milhões de barris, foi leiloado em uma segunda etapa devido a falta de interesse das estatais que faziam parte do primeiro leilão.

A empresa francesa Total, obteve o volume ao apresentar proposta de especulação de R$ 1 por metro cúbico. A consequência desse leilão é de contraste comparando ao primeiro certame que ofereceu 1,8 milhão de barris.

Fique atualizado sobre tudo o que acontece no mercado de petróleo, gás, energia, gasolina, combustíveis, Petrobras, onshore e offshore. Basta acessar o portal da Panorama Offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui! Acesse: www.panoramaoffshore.com.br ou www.facebook.com.br/panoramaoffshore



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *