Petrobras entra em acordo com autoridades americanas para se privar de processos

A Petrobras entrou em acordo com autoridades nos Estados Unidos para se privar de processos e encerrar investigações sobre o escândalo de corrupção pela Operação Lava-Jato no Brasil. A estatal aceitou pagar multa de US$ 853 milhões, em que 80%, cerca de US$ 682 milhões, serão investidos em projetos sociais no Brasil.

O acordo foi fechado em 27 de setembro e houve aceitação pelos investidores, pois as ações da Petrobras subiram 4,88% na B3. A Securities and Exchange Commission (SEC), regulador do mercado de capitais americano, irá ganhar US$ 85 milhões que serão designados também ao Departamento de Justiça dos EUA.

O contrato é visto como legal e se encaixa na categoria Non-Prosecution Agreement (NPA), nele o governo americano abre mão de processar a estatal, mas com a condição de que sejam confessados os malfeitos e se redimindo dos seus atos, promovendo mudanças visíveis. O acordo tem duração de três anos e a estatal promete delatar o programa Compliance e fazer melhorias nos controles da companhia.

Acompanhe as notícias sobre o mercado de petróleo, gás, energia, biocombustíveis, onshore e offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui. Confira em: www.panoramaoffshore.com.br e www.facebook.com/panoramaoffshore



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *