Petrobras escala novos FPSOs para Campo de Búzios

través de um comunicado, a Petrobras anunciou, nesta sexta-feira (24), que aprovou a contratação de três novas plataformas do tipo Floating Production Storage and Offloading (FPSOs) para o campo de Búzios, no pré-sal da Bacia de Santos. Segundo a petroleira, as unidades fazem parte do Plano de Desenvolvimento do ativo, que prevê um total de doze unidades instaladas até o final da década.

A primeira unidades será o FPSO Almirante Tamandaré com entrada em produção prevista para o segundo semestre de 2024. O FPSO será afretado com capacidade de processamento diário de 225 mil barris de óleo e 12 milhões de m3 de gás, e será a maior unidade de produção de petróleo a operar no Brasil e uma das maiores do mundo.

As outras duas unidades, P-78 e P-79, serão contratadas na modalidade Engineering, Procurement and Construction (EPC) e terão capacidade para processar diariamente 180 mil barris de óleo e 7,2 milhões de m3 de gás, cada uma. A previsão é de que as plataformas entrem em operação em 2025.

Ao término da fase de desenvolvimento, é esperado que o campo de Búzios produza mais de 2 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed), tornando-se o maior ativo de produção da Petrobras. Atualmente, há quatro unidades em operação no local, que respondem por mais de 20% da produção total da petroleira. 

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

2 comentários em “Petrobras escala novos FPSOs para Campo de Búzios

Deixe uma resposta