Petrobras interrompe projeto eólico offshore

A Petrobras comunicou ao Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis) que decidiu suspender o projeto piloto para geração eólica offshore no campo de Ubarana, na Bacia Potiguar, litoral do Rio Grande do Norte. A estatal afirma que o plano foi “reavaliado e suspenso, enquanto a empresa prospecta oportunidades de sinergias e parcerias com objetivo de desenvolver um projeto comercial de geração eólica offshore no Brasil”.

A iniciativa seria um projeto-piloto de pesquisa e a Petrobras também previa a instalação de equipamentos para medir o potencial de geração a cerca de 20 km da costa de Guamaré, em uma região com lâmina d’água média entre 12 e 16 metros.

Na atual gestão, a Petrobras quer investir na produção de petróleo e gás natural do pré-sal e está deixando os setores de energia, o que inclui vender e reduzir sua presença na geração renovável, tanto no setor eólico, quanto na produção de biocombustíveis. “Acho que após mais dois anos de trabalho árduo a empresa será mais competitiva e estará preparada para concluir quais serão as áreas competitivas em renováveis para a Petrobras”, avaliou Andrea Almeida, diretora financeira da companhia.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Um comentário em “Petrobras interrompe projeto eólico offshore

Deixe uma resposta