Petrobras: venda de refinarias causa disputas

Três grupos apresentaram propostas pela refinaria da Petrobras Presidente Getúlio Vargas (Repar), no Paraná. A venda dessa e outras refinarias faz parte da agenda de desenvestimentos da estatal e de seu plano de focar no eixo Rio-São Paulo. Dentre as companhias, que apresentaram propostas semelhantes, estão tanto empresas brasileiras como estrangeiras.

Na última sexta-feira (18), o Supremo Tribunal Federal (STF) iniciou julgamento sobre a venda das refinarias. O relator, ministro Edson Fachin, deu voto contrário à Petrobras. A petroleira defende sua posição argumentando que a venda de suas refinarias está amparada no Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade).

Segundo o presidente da estatal, Roberto Castello Branco, a Petrobras pretende efetuar a venda de oito de suas treze plantas até o fim de 2021.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta