Refinarias da Petrobras igualam produção pré-pandemia

A Petrobras está retornando a níveis de produção de antes da crise em suas refinarias. O processamento de matéria-prima aumentou, o cardápio de produtos voltou ao que era antes. O diesel e gás de cozinha voltaram a ser prioridades da petroleira.

A crise na indústria petrolífera começou já em fevereiro, em que a cotação do barril despencou para cerca de US$ 20, e se deu por conta de uma desavença da Rússia com a OPEP (Organização dos Países Exportadores de Petróleo). Logo depois, veio a pandemia de Covid-19, que, no Brasil, afetou principalmente a demanda por combustíveis utilizados em automóveis e aeronaves.

Abril foi o pior mês da crise para a Petrobras, que optou por transformar o perfil das suas refinarias para priorizar óleo marítimo em vez de gasolina e óleo diesel. Já em julho, voltando à normalidade, segundo dados da ANP (Agência Nacional de Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), a produção de gasolina passou de 1,1 milhão de m³ para 1,8 milhão de m³, números equivalentes a janeiro antes da crise. Já a de óleo diesel foi de 1,3 milhão de m³ em abril para de 1,3 milhão de m³ em julho.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

2 comentários em “Refinarias da Petrobras igualam produção pré-pandemia

Deixe uma resposta