Petroguin aprova mudanças em licenças offshore de Guiné-Bissau

As empresas FAR e Svenska Petroleum Exploration concluíram as negociações com a Petroguin, a companhia petrolífera nacional da Guiné-Bissau, sobre as revisões dos termos das licenças offshore Sinapa e Esperanca.

Sob os novos arranjos FAR terá 21,42% de participação e pagamento de juros, em comparação com os 15% anteriores. Essas alterações refletem o fato de que a Petroguin não terá mais participação na joint venture antes de uma descoberta comercial.

Caso se verifique uma descoberta comercial, a Petroguin deterá 10% de participação e pagamento, com FAR e Svenska, respectivamente, com 19,28% e 70,71%. Os novos termos incluem arranjos mais favoráveis para o investimento em águas profundas, como uma redução nas taxas de royalties de produção pagáveis ao governo.

Acompanhe sempre a Panorama Offshore e obtenha informações sobre tudo que acontece no mercado de petróleo, gás, energias, pré-sal, combustíveis, gasolina, Petrobras, onshore e offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br   www.facebook.com/panoramaoffshore



Deixe uma resposta