Petroleiras ainda investem em poluentes, diz estudo

Apesar da crescente demanda para uma migração para a economia verde, que demanda práticas mais sustentáveis de geração de energia, gigantes do petróleo seguem investindo em fontes poluentes. É o que indica relatório divulgado em setembro passado pelo Oil Change International (OIC), instituto dos Estados Unidos especializado em petróleo, que mostra que as principais petrolíferas dos EUA e Europa tendem a crescer a produção de petróleo e emissão de Carbono até 2030. O estudo analisou as americanas Chevron e ExxonMobil e as europeias British Petroleum, Equinor, Shell, Repson, Eni e Total.

O relatório indica que a presença do petróleo nos portfólios dessas multinacionais está crescendo, com exceção da Eni. A ExxonMobil e Shell, por exemplo, devem aumentar a extração de petróleo em 52% e 22% na próxima década.

No Brasil, segundo estudo da FGV Energia, a projeção até 2030 é de crescimento na produção de petróleo em pelo menos 25%. A estimativa é baseada em plano de negócios da Petrobras, que pretende focar investimentos no petróleo do pré-sal no eixo Rio-São Paulo.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta