Petróleo sobe 20% após ataques na Arábia Saudita

O petróleo no mercado global alavancou 20% no último domingo (14), devido aos ataques via drone às instalações da estatal Saudi Aramco, na Arábia Saudita, neste final de semana. A represália provocou o corte na produção de óleo e gás no país e na alta de preço do combustível. De acordo com a Reuters, o Brent subiu 19%, chegando a US$ 71,95 por barril, já o crude apresentou alta de 15%, passando para US$ 63,34 o barril.

No último sábado (13), duas instalações da Aramco foram atacadas por drones, que provocaram um forte incêndio em Abqaiq, onde fica localizada a maior fábrica de processamento de petróleo da estatal saudita, enquanto um segundo ataque incendiou o campo de petróleo de Khurais.

A Arábia Saudita cortou a sua produção de petróleo e gás pela metade e perdeu em torno de 5,7 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed) no sábado, segundo informações da Bloomberg. A companhia pretende restaurar até um terço da produção perdida até o final desta segunda-feira (16), de acordo com o The Wall Street Journal.

No portal da Panorama Offshore, você encontra as principais notícias dos mercados de petróleo, gás, energia, biocombustíveis, tecnologia, onshore e offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui! Acesse: www.panoramaoffshore.com.br/ www.facebook.com/panoramaoffshore / @panoramaoffshore

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

2 comentários em “Petróleo sobe 20% após ataques na Arábia Saudita

Deixe uma resposta