Petrolífera russa quer aumentar produção no Curdistão iraquiano

A Gazprom Neft, segunda maior petrolífera russa, anunciou que a empresa pretende aumentar em 17% a produção de petróleo no Curdistão, passando assim para 220 mil toneladas por ano.

O porta-voz da empresa disse que apesar das ações militares na Síria e Iraque, a petrolífera não congelará, mas aumentará a produção em 2017. “Acredito que os centros de produção são bem protegidos pelas empresas de segurança”, informou o porta-voz.

O local onde fica as três jazidas (Halabja, Shakal e Garmian) exploradas pela Gazprom está entre os territórios ocupados pelo Estado Islâmico, a 50 km dos confrontos. Contudo, a gigante russa não vê riscos em aumentar a produção na região



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *