Plataforma da Petrobras tem vazamento de óleo no litoral carioca

A indefinição de regras ambientais ocasionou no vazamento de uma plataforma da Petrobras, que teve aproximadamente 4,9 mil litros de óleo cru espalhado no mar, no litoral do Rio de Janeiro, e criou uma mancha de 38 quilômetros de dimensão na primeira semana de janeiro.

O território brasileiro tem um grande reconhecimento em tecnologias de exploração de petróleo em águas profundas, mas tem falhado na realização de normas ambientais que viabilizem a fiscalização de operações no setor para evitar incidentes na costa. A definição das regras ambientais em relação à desapropriação da plataforma evitaria o acidente da plataforma flutuante, chamada de Cidade do Rio de Janeiro.

A Petrobras havia enviado desde metade do ano passado documentação ao Ibama, requerendo a desativação da base, mas não obteve aprovação do Instituto, que desconsiderou a documentação por estar incompleta. A estatal recorreu no dia 7 de dezembro, e o documento segue em análise.

Acompanhe o portal da Panorama Offshore e fique por dentro de tudo que acontece no mercado de petróleo, gás, energia, biocombustíveis, onshore e offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui! Confira: www.panoramaoffshore.com.br e www.facebook.com/panoramaoffshore.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:


Deixe uma resposta