Plataformas da Petrobras são descartadas como sucata

A Petrobras desistiu de construir a plataforma P-71 em Rio Grande, no Sul do Rio Grande do Sul. A estatal informou que a obra será realizada no Espírito Santo. O projeto chegou a ser iniciado, porém, em dezembro de 2016, o contrato com o estaleiro da Ecovix foi cancelado. As lideranças da cidade tentavam, desde então, retomar a obra.

Metade do casco já foi construída. A Petrobras anunciou que não vai aproveitar o material, e que pretende vendê-los como sucata. O Sindicato dos Metalúrgicos de Rio Grande obteve na Justiça uma liminar para não vender o material.

Recentemente, a região sofreu com o impacto do término de outra obra da Petrobras, em São José do Norte. Com o fim da construção da plataforma P-74, a maioria dos funcionários foi demitida, e a arrecadação de impostos decaiu.

Acompanhe tudo o que acontece no mercado de petróleo e gás através da Panorama Offshore e obtenha informações e notícias de qualidade sobre petróleo, gás, energias, pré-sal, combustíveis, gasolina, Petrobras e offshore. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br www.facebook.com/panoramaoffshore



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *