Preços do petróleo e diesel durante a pandemia

Membros que formam a Opep+, grupo formado por países aliados à Organização dos Países Exportadores de Petróleo (OPEP), concordaram em estender os cortes de produção de petróleo até o fim de julho. Contudo, visto o momento de crise, o mercado de diesel pode estar enviando sinais ameaçadores aos preços do petróleo e à economia em geral, que não estão sendo notados.

Isso porque, embora as medidas adotadas possam reduzir a oferta no mercado global de petróleo e elevar os preços, elas quase não têm efeito sobre as margens das refinarias ao vender diesel, um dos produtos derivados de petróleo mais importantes.

No início da pandemia, o diesel era um dos poucos pontos positivos no mercado de petróleo. O segmento de caminhões, por exemplo, estava funcionando a toda velocidade para estocar. Agora, as margens de produção do combustível nos EUA, por sua vez, estão perto da mínima em 10 anos. Vale lembrar que nos EUA, o período de consumo é sazonalmente fraco e o fornecimento de diesel atingiu o menor nível semanal em cerca de 20 anos na última semana. Os dados são da Administração de Informação de Energia.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta