Preços do petróleo têm máximas desde março

Na última quinta-feira (21), os preços do petróleo avançaram tocando máximas desde março e fecharam o dia em alta. O resultado é consequência da queda dos estoques nos Estados Unidos, dos cortes de produção liderados pela Opep e da melhora na demanda à medida que governos aliviam restrições sobre a movimentação de pessoas adotadas contra o coronavírus.

Com o uso de combustível crescendo e mais sinais de que o excesso de oferta está sendo enfrentado, o Brent mais que dobrou de valor. Às 8h23 (horário de Brasília), o petróleo Brent subia US$ 0,71, ou 1,99%, a US$ 36,46 por barril. Assim como o petróleo dos Estados Unidos, que avançava US$ 0,63, ou 1,88%, a US$ 34,12 por barril.

A analista da Rystad Energy, Paola Rodriguez, disse que a oferta global tem sido “contida até certo ponto” e comentou sobre a alta: “Estamos em um caminho mais claro para uma recuperação gradual agora”.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta