Presidente da Cemig defende privatização

“ (A Cemig) não consegue atrair o desenvolvimento econômico de Minas Gerais. Sem energia não acontece nada. A solução que eu vejo para a Cemig é um investidor forte, com capacidade financeira, e que faça acontecer a realidade dos investimentos ao longo dos próximos anos”, afirmou o presidente da Cemig, Cledorvino Belini, que falou sobre uma necessidade de privatização da empresa.

Para ele, a empresa estaria investindo 50% da demanda total de recursos que deveriam ser investidos em projetos no estado e isso não estaria sendo suficiente. Belini comentou o cenário em uma entrevista com o governador Romeu Zema (Partido Novo), que recorreu ao presidente com o objetivo de buscar apoio para a privatização da Cemig.

O governador enviará o projeto à Assembleia no ano que vem, mas já sabe que enfrentará muita resistência no Legislativo. Para privatizar, a Constituição Mineira exige que o assunto passe por um referendo popular, além de ter o aval da maioria dos 77 deputados estaduais.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta