Presidente da Petrobras apoia privatização da empresa

Durante evento realizado na Fundação Getúlio Vargas (FGV), no Rio de Janeiro, o presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco, disse que a venda da estatal sempre foi um sonho, assim como a privatização de 99% das estatais, mostrando seu posicionamento neoliberal.

Parafraseando música da banda Rolling Stones, Castello Branco disse ainda “não podemos ter tudo o que queremos, mas podemos tentar”. O executivo pontuou que sua intenção é deixar a estatal mais próxima de uma empresa privatizada, a começar pela venda de US$ 10 bilhões em ativos nos quatro primeiros meses de 2019.

Entre os pontos defendidos pelo presidente da empresa estão foco no pré-sal, a venda de ativos, a desalavancagem e a disciplina de capital. Castello Branco defendeu ainda que a estatal adote um modelo de gestão pessoal que tenha consequências punitivas aos funcionários, como perda de cargo e de demissão. Segundo ele, erros de equipe de trabalhadores não podem afetar os acionistas. “O importante é criar valor para o acionista”, disse o executivo.

Para finalizar, o mandatário da estatal anunciou que a empresa deve adotar, em breve, um programa de demissão voluntária de funcionários. Assim, como a Caixa Econômica e demais estatais têm feito.

Confira notícias importantes no mercado de petróleo, gás, energias, gasolina, combustíveis, Petrobras, onshore e offshore, no portal da Panorama Offshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui! Confira em: www.panoramaoffshore.com.brwww.facebook.com/panoramaoffshore e Instagram @panoramaoffshore.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *