Produção de petróleo nacional atinge 2,79 milhões de barris

O Brasil mais uma vez superou as expectativas na produção de petróleo nas águas profundas e ultra-profundas. Em setembro, a Petrobras petróleo e gás natural aumentou a extração em 2,57%, comprado ao mês de agosto e no total foram produzidos 2,79 milhões de barris de óleo equivalente por dia (boed), sendo 2,68 milhões boed produzidos no Brasil e 106 mil boed no exterior.

Por conta da normalização da operação FPSOs Cidade de Itaguaí e Cidade de Maricá, ambos operando no campo de Lula, no pré-sal da Bacia de Santos, que havia realizado parada programa, só de petróleo a média no País foi de 2,17 milhões de barris por dia (bpd), volume 2,8% superior ao mês anterior.

Enquanto que o gás natural, excluído o volume liquefeito, foi de 81,5 milhões de metros cúbicos por dia, avanço de 2% ante agosto. Do total de gás produzido nas plataformas da estatal foi aproveitado 97%, um novo recorde mensal.

Na camada do pré-sal também houve crescimento de produção de petróleo e gás natural em setembro. O volume total foi de1,68 milhões boed, 6,6% acima do mês agosto.  Essa elevação, aumenta as expectativas sobre o reaquecimento do mercado e fomento do setor offshore no Brasil, sobretudo, com a proximidade das próximas rodadas de licitação do pré-sal.

Continue acompanhando a Panorama Offshore e mantenha-se informado sobre tudo o que acontece no mercado de petróleo, gás, energias, gasolina, combustíveis, Petrobras, onshore e offshore. Confira em: www.panoramaoffshore.com.br   www.facebook.com/panoramaoffshore. Lembre-se: seu negócio passa por aqui.



Deixe uma resposta