Programa de incentivo energético tem baixa adesão

Apesar de oferecer compensação financeira para as empresas, o programa de redução energética apresentado pelo Ministério de Minas e Energia (MME) está com baixa adesão. A proposta é reduzir a pressão sobre o sistema de energia elétrica de forma voluntária nos horários de pico.

Com o objetivo de minimizar os transtornos em meio à crise hídrica, o programa que é voltado para grandes consumidores teve suas regras divulgadas na semana passada pelo MME. De acordo com Roberto Wagner Pereira, especialista em energia da CNI (Confederação Nacional da Indústria), o motivo que leva as empresas a não aderirem ao programa é a dificuldade em alterar o processo de produção em meio ao momento de recuperação econômica.

Fique por dentro do que acontece no mercado de petróleo e gás através da Panorama Offshore e obtenha informações e notícias de qualidade sobre petróleo, gás, energias, pré-sal, biocombustíveis, combustíveis, tecnologias, Petrobras e offshore e onshore. Lembre-se: Seu negócio passa por aqui! Confira: www.panoramaoffshore.com.br / www.facebook.com/panoramaoffshore / @panoramaoffshore

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

Deixe uma resposta