Quais as etapas de produção do etanol?

O etanol, também conhecido como álcool etílico, é um biocombustível muito utilizado em automóveis e obtido através da fermentação de açúcares. Além disso, o etanol é uma substância renovável, pois sua matéria-prima é obtida através de plantas cultivadas pelo homem.

São vários os vegetais que podem ser utilizados para a produção de etanol – milho, beterraba, mandioca, batata etc. Contudo, no Brasil, o mais utilizado deles é a cana-de-açúcar, que também pode gerar eletricidade quando está em forma de bagaço.

Atualmente, o Brasil é um dos maiores produtores do combustível no mundo e com maior tecnologia para tal, batendo cerca de 15 bilhões de litros. Além de ser uma alternativa de energia eficiente e limpa, o etanol também é uma aposta da indústria para reduzir a utilização do petróleo.

A produção de etanol obedece aos seguintes procedimentos:

1. Moagem da cana: A cana passa por um processador onde se obtém o caldo de cana (ou garapa) que contém um alto teor de sacarose.

2. Produção de melaço: O caldo é aquecido para se obter o melaço, que consiste numa solução de cerca de 40% de sacarose em massa. O açúcar mascavo é produzido quando parte dessa sacarose se cristaliza.

3. Fermentação do melaço: A partir daí, é acrescentado ao melaço fermentos biológicos, como a Saccharomyces, que é um tipo de levedura que faz com que a sacarose se transforme em etanol. Após esse processo, se obtém o mosto fermentado, que já contém até 12% de seu volume total em etanol.

4. Destilação do mosto fermentado: Aqui, o mosto passa pelo processo de destilação fracionada que dará origem à uma solução cuja composição será: 96% de etanol e 4% de água. Existe uma denominação que é dada em graus, é o chamado teor alcoólico de uma bebida. No caso do etanol é de 96° GL (Gay-Lussac).

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:

2 comentários em “Quais as etapas de produção do etanol?

Deixe uma resposta