Queda nos estoques americanos de petróleo amplia ganhos

Após a divulgação de uma nova queda nos estoques de petróleo dos Estados Unidos, os contratos futuros do óleo passaram a operar em alta nos negócios, tendo ganho de 1,4%. Estima-se, segundo a associação de refinarias American Petroleum Institute (API), que houve uma redução acentuada de cerca de 8,1 milhões de barris de petróleo bruto e 800 mil barris de gasolina.

De acordo com analistas do Departamento de Energia norte-americano, há ainda a previsão de que o levantamento mostre redução dos estoques em 3,2 milhões de barris de petróleo da semana passada. Contudo, em conferência realizada ontem, 12 de julho, o secretário geral da Opep, Mohammed Barkindo, disse que os esforços de redução de petróleo não estão diminuindo os estoques da forma como se era esperado.

Apesar disto, os produtores membros da Opep estão se mantendo firmes na decisão de manter o pacto de cortes até o primeiro trimestre de 2018. Dados preliminares sugerem que a produção de petróleo teve pouco crescimento em junho.

O petróleo tipo Brent para setembro avançou 1,28% na IntercontinentalExchange (ICE), passando a valer US$ 48,13 o barril, enquanto o WTI para agosto subia 1,49% na New York Mercantile Exchange (Nymex), a US$ 45,71.

Quer mais notícias sobre a área de petróleo, gás, energias, gasolina, combustíveis, Petrobras, onshore e offshore? Acesse o portal da Panorama Offshore e lembre-se: seu negócio passa por aqui. Confira: www.panoramaoffshore.com.br   www.facebook.com/panoramaoffshore.

ACESSE AS REDES DA PANORAMA OFFSHORE:


Deixe uma resposta